Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escuta o Teu Corpo

Acompanhem a minha batalha para perder (mais) 30kg de uma forma saudável.



Terça-feira, 05.06.12

Vergonha...

 

Durante muitos anos tive vergonha de ser o que era, um obeso. Hoje não me orgulho de o ser, no entanto, tenho uma abertura para o assunto completamente diferente.

 

Lembro-me desde sempre, nunca revelar o meu peso, colocava sempre minimamente menos 15 quilos ao meu peso real. Quem nunca fez isto?

Apercebi-me que além de mentir às pessoas, também estava a mentir a mim próprio. E isto sim, é o pior que podia ter feito, pois iludi-me com uma mentira, que durante anos eu tentei acreditar e na verdade consegui acreditar, o que me fez arrastar este estado por mais tempo.

 

Não sei se me consigo explicar da melhor forma, mas o que quero transmitir é que enquanto não se aceitarem como são, a transformação não é possível!

A aceitação, passa por termos consciência de como somos, assumirmos quem somos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por RM às 09:00


2 comentários

De susana marinho a 05.06.2012 às 12:05

olá , eu desde que me lembro ser gente sempre fui gordinha, e por incrível que pareça nunca tive complexos nem vergonha de o ser. eu saia a rua de cara erguida, não me escondia de nada nem de ninguém , era uma força da natureza, ate a minha irmã que sempre foi mais magra tinha complexos eu não nem do meu peso e olha que já foi de 120 quilos para cima. sempre tive orgulho em mim e na pessoa que sou e fui. sei que era muito peso mas era uma menina feliz com a vida que tinha.

De RM a 05.06.2012 às 12:16

Susana... tal como eu! Nunca tive vergonha de sair à rua, a minha condição física não me impedia de ter uma vida social muito activa! No entanto quando me perguntavam o peso, eu tendia a "mentir" / ocultar ... e como disse no post a pessoa a quem estava a mentir mais, era a mim próprio, dai ter criado uma ilusão daquilo que eu não era! E ta como eu existem muitas outras pessoas, eu sei e conheço algumas! Criamos a ilusão que estamos bem e nos sentimos melhor ainda! Até eu começar a perder peso desta forma, mentiria se dissesse que me sentia mal ou era infeliz, mas hoje sinto-me melhor do que há um ano e tenho perspectivas de daqui a um ano estar melhor do que hoje ... uma coisa é sentir-se efectivamente bem connosco próprios, outra é acomodar-nos à condição de vida que temos!

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2012

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930



Quantos me Escutam

HTML Hit Counter
stats counter


Arquivo

2012